Guia final para due diligence:
O que é, como é feita e para que é utilizado

Este guia sobre due diligence será o passaporte para entender completa e definitivamente para que serve a due diligence e como usá-la.

Você quer monitorar sua reputação online?

Ative a ferramenta de monitoramento RepUP e descubra quanto vale sua marca na web.

O que significa due diligence?

A palavra due diligence é anglo-saxônica e pode ser traduzida para o português como diligência devida. Na área jurídica, o termo indica a obrigação do devedor de cumprir seu dever como tal. Com referência ao setor comercial, financeiro e econômico, a due diligence refere-se a todos os comportamentos que visam obter informações válidas e detalhadas sobre um perfil específico (privado ou corporativo).

A diligência também deve ser devida, um conceito que implica de alguma forma a obrigação de uma pessoa e o direito de outra.

O que é due diligence?

O que a due diligence diz respeito à reputação financeira:

São as atividades de pesquisa, investigação e preparação de documentos (fiscais, patrimoniais, gerenciais, econômicos e pessoais) destinadas a revelar informações cruciais e necessárias para a realização de uma operação financeira. Um conceito amplo que tem implicações importantes se você estiver prestes a investir em uma empresa ou, por exemplo, decidir comprar um imóvel.

Para entender completamente a idéia por trás da due diligence, você deve considerar que a primeira vez que esse termo foi introduzido foi com a entrada em vigor nos Estados Unidos da América.

Securities Act (1933), com referência à compra no mercado de valores mobiliários que precisavam ser certos. Portanto, se você fosse um comprador, seria muito importante realizar investigações comerciais e financeiras para conhecer o real potencial de seu investimento futuro e não ficar exposto a situações que não eram agradáveis.

A devida diligência é suportada pelo vendedor – obrigado a fornecer documentação adequada, honesta e verificada para uma transação- e pelo comprador, que é obrigado a conhecer todos os aspectos legais e econômicos relacionados a um ativo financeiro.

Como é feita a due diligence?

É muito importante que você considere esse processo como uma atividade delicada e que exija a necessária intervenção de sujeitos especializados, capazes de analisar em profundidade a reputação financeira de um indivíduo ou empresa e descobrir qualquer informação oculta que possa ser útil para fase de negociação. Por exemplo, seria muito útil saber se sua contraparte está no database World Check.

De fato, para realizar as várias atividades de investigação, serão necessárias habilidades específicas nos setores de referência individuais, a fim de realizar investigações financeiras e legais, recuperando a documentação necessária para certificar um comportamento de due diligence por parte da empresa ou do sujeito em exame.

Na base da atividade de due diligence, há, portanto, uma pesquisa através da qual será possível descobrir os principais aspectos de uma empresa e os menos óbvios que, por exemplo, uma empresa pode querer ocultar.

Primeiro, analisaremos os documentos em papel de uma empresa, como:

  • Os estatutos
  • Os registros da câmara de comércio
  • As figuras dos membros.

Também será importante visitar o local, como pode ser a sede operacional da empresa ou a propriedade, conversando com os funcionários e o conselho de administração, além de verificar a lista de clientes.

Outro passo importante pode ser uma verificação técnica de equipamentos e mercadorias, caso em que são incluídos na atividade comercial.

Além disso, a atividade financeira será analisada, como:

  • Pagamentos efetuados
  • Orçamentos
  • Exposição bancária
  • Visita em centros interbancários.

Por fim, também será considerada uma revisão de casos legais e históricos em tribunais individuais.

Quando é feita a due diligence?

O processo de Due Diligence pode ser realizado para cada transação comercial e, em particular, é uma prioridade para as operações que envolvem:

  • Aquisições e alienações corporativas e comerciais
  • Compra de imóveis ou bens valiosos
  • Compra de fundos mútuos
  • Fusões de negócios.

O procedimento deve ser realizado antes da assinatura de qualquer acordo, a fim de verificar a presença de quaisquer risco, que podem ser seguidos posteriormente por outras verificações antes da conclusão da atividade comercial.

quando si fa due diligence reputationup

Para que serve a due diligence?

Para entender para que serve o processo de due diligence e quais oportunidades ele oferece, vamos examinar os dois casos concretos.

  • Caso 1: você está procurando informações. Você deseja ter uma imagem completa da pessoa que tem à sua frente ou da atividade comercial com a qual basear suas negociações comerciais. O objetivo das investigações, portanto, fornece a resposta para algumas perguntas que permitirão avaliar se a transação comercial que você está inscrevendo é conveniente. Além disso, graças à Due Diligence, você pode definir o preço que melhor se adequa ao investimento e garantias adicionais ou obrigações contratuais.
  • Caso 2: você está sob investigação. Você deseja demonstrar sua boa fé em todas as etapas da negociação, mesmo que surjam problemas que não levem à conclusão do contrato.

Quanto custa a due diligence?

O custo da due diligence depende de vários fatores, diferentes dum cliente para outro. As investigações podem ser muito diferentes uma da outra, uma vez que cada empresa ou pessoa tem uma história própria, e descobrir ou verificar isso pode ser simples ou levar mais tempo.

A taxa de um profissional ou empresa especializada, como ReputationUP, é condicionada pelo uso pretendido da atividade de due diligence, que varia de acordo com fatores legais, financeiros, pessoais, imobiliários e ambientais individuais.

Due diligence na compra de ações da empresa

A aquisição de ações da empresa pode ser um investimento útil, principalmente se a empresa em que você ingressar tiver boas perspectivas de crescimento. A due diligence para a compra de ações da empresa permitirá que você verifique as atividades da empresa em geral e a propriedade da pessoa com quem você tem um contrato de transferência de ações.

Por exemplo, você pode verificar o valor real deste último e se o preço corresponde ao preço de mercado, além de evitar qualquer fraude financeira.

Due diligence para o avaliador imobiliário

É essencial para um avaliador imobiliário realizar verificações sobre:

  • Segurança de ativos
  • Aspectos técnicos
  • Questões legais

Esse processo fará a diferença em um mercado competitivo como o mercado imobiliário. Ao longo dos anos, uma propriedade pode ter sofrido várias transformações, algumas registradas, outras não; do ponto de vista jurídico, pode estar sujeito a restrições ou parte de um eixo hereditário. O acesso a essas informações permitirá uma avaliação correta do preço do imóvel e do sucesso da venda.

Due diligence para compra de imóveis

O outro lado da moeda. Se você é um comprador, deve investigar todos os aspectos do imóvel que está sendo vendido, obtendo uma imagem completa da documentação administrativa, como:

  • Plantas cadastrais
  • Registro cadastral
  • Avaliação de servidões
  • Uso pretendido
  • Cumprimento dos regulamentos
  • Direito à escritura.

A devida diligência para a compra de propriedade é particularmente útil na presença de uma propriedade com diferentes proprietários/herdeiros ou uma propriedade sujeita a intervenções técnicas/judiciais.

Due diligence de segurança

A devida diligência em segurança é um processo que permite avaliar a conformidade legislativa de um local ou os aspectos individuais conectados a uma empresa, como a aprovação de máquinas e a conformidade com as regras de uma planta.

Due diligence para avaliação da empresa

Como empreendedor ou parceiro de uma empresa, pode ser muito importante conhecer os ativos reais da empresa, compostos por liquidez econômica e pacote de clientes. Uma due diligence de avaliação permitirá que você tenha uma visão completa do valor da sua empresa, útil para:

  • Investimentos futuros
  • Pedido de financiamento
  • Atribuição.

Due diligence para hipoteca

A due diligence de hipoteca se aplica a uma compra de propriedade com a emissão de uma hipoteca. Uma verificação específica da sua situação financeira e da avaliação do imóvel pode ser útil para conhecer a viabilidade da operação. No lado bancário, é uma verificação realizada por cada instituição financeira antes de conceder uma hipoteca.

Due diligence para aquisição

As aquisições de empresas são parte integrante do mundo comercial. No entanto, após a assinatura do contrato, como novo proprietário ou parceiro, você será diretamente responsável por qualquer situação pendente do ponto de vista econômico, financeiro e jurídico. Por esse motivo, uma verificação precisa da due diligence é essencial, tanto na fase preliminar quanto na seguinte.

Due diligence para empresas

A conclusão de acordos comerciais com empresas de diferentes origens e cuja respeitabilidade econômica é desconhecida, faz parte da agenda de um sistema comercial globalizado. A investigação do parceiro de negócios faz parte da due diligence corporativa e oferece uma ampla visão e proteção de seus investimentos.

Conclusão

Em um mundo cada vez mais globalizado, em que os relacionamentos pessoais são limitados e geralmente ocorrem por meio de um computador ou remotamente, as informações são a melhor ferramenta para poder garantir atividades vantajosas na proteção de seus interesses.

Lembre-se de que este é um processo delicado, com números estonteantes em jogo. É por isso que o conselho da equipe ReputationUP é recorrer a profissionais capazes de investigar a reputação financeira de um indivíduo e encontrar informações valiosas para o sucesso do investimento.

Quais links negativos posso remover?

ReputationUP garante a eliminação de qualquer link negativo (foto, vídeo, comentário, conteúdo, avaliação) de qualquer plataforma da web.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Contate-nos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram